27 de janeiro de 2011

Smoke Gets in Your Eyes

Quando fumante também é gente!

Você fuma? Em que cidade?

Vamos trocar ideias sobre nossas experiências como fumante (ou não-fumante), quais as dificuldades e estratégias para convivência em uma sociedade cada vez mais antitabagista.

36 comentários:

  1. só para inaugurar sua casa nova!
    e eu sou fumante, gunter, mas acho que num monte de coisas os não fumantes tem razão!

    e sobre a questão mais geral do politicamente correto, acho que reina mais hipocrisia do que uma nova moral, mais, moralismo, portanto, do que uma firme disposição de superar os reais preconceitos que vicejam...

    enquanto isto, gasta-se o tempo discutindo se devemos dourar nosso discurso com palavras novas, como se elas tivessem o poder de transformar as coisas. temos que tratar da matéria mesmo em que se forja a alma do homem.

    e sou otimista. já vivemos tempos mais cruéis.

    ResponderExcluir
  2. Que bom vê-la aqui Luzete! Minha 1a. visita, bem vinda!
    1a. coisa que percebo, devia ter feito o blog no wordpress, lá há encadeamento de comentários...
    Eu também sou fumante, e dos inveterados.
    x-x-x
    Pretendo fazer umas páginas (um recurso do blogspot) de explicações sobre PC.
    Uma coisa que observei é que essas menções sobre palavras, o famoso "index", só existe em blogs que querem defender preconceitos ou em blogs de humor. Vou pesquisar mais, mas acho que é uma grande "construção" (engabelação mesmo). Nunca vi em blogs gays, p.ex., propostas de palavras a usar e coisa tal.
    Eu vejo PC como atitude em prol de causas, não como moralismo. Acho que é muito mais ética junto com o bom senso para encaminhar. É essa ideia que quero desenvolver.
    E sou muito otimista. Há retrocessos na história? Sim, mas penso ver que são mais curtos e de menor alcance. E que a sociedade caminha para evolução e cada vez mais respeito.

    ResponderExcluir
  3. Meu pai fuma desde que eu me entendo por gente. Não tenho nenhum problema com a fumaça, só me preocupa o mal que isso faz à saúde dele.

    Eu não sou cri-cri com fumantes, mas eu vejo muitas pessoas da minha idade tendo quase surtos por causa da fumaça.

    Hoje em dia em vejo uma caça às bruxas aos fumantes. Em diversos lugares é proibido fumar. Até em boate!
    O fumo faz mal à saúde tanto de quem fuma quanto dos que não fumam. Isso é certo.
    Mas se vamos banir fumaça, que tal tbm banir a fumaça dos carros? Que é tão ou mais prejudicial do que a do cigarro.

    A demonização do cigarro mostra como a nossa sociedade trata as coisas por dois pesos e duas medidas. Restringe a liberdade dos fumantes em prol do convívio social sendo que o consumo de outras drogas afetam mais do que o cigarro. Quantos acidentes de carro por ano se tem devido ao consumo de álcool? Qts espancamentos se dão pq o agressor está embriagado? Quantas pessoas por ano não morrem de cirrose?

    E ai? Ninguém vai botar a mão nessa cumbuca?
    Senão a coisa fica uma hipocrisia danada e no final das contas tudo se resume a lobby (baixou o Ivan agora...).

    Mas é uma verdade. A impressão que se tem é que o Lobby do Álcool é muito do que o do cigarro. Daí o silêncio por parte dos governos, legisladores e afins.

    Não parece uma questão de banimento por saúde pública, parece que é mais um: essa droga tá na moda e essa não. Hj a bola da vez é o cigarro trilhando o mesmo caminho da proibição da maconha.

    "Não toleramos mais o cigarro!".

    Ok! Vão colocar o que no lugar? Antidepressivos? Fast-food?

    Retiram o cigarro e as pessoas só trocam de vício. Não se resolveu problema. Mesmo pq o vício não é exatamente um problema para a sociedade capitalista. É uma benção. Mercado infinito.

    Bom, continuo em outra hora.
    x-x-x

    Prefiro o Wordpress também. Tem mais recursos.
    Fico feliz em vc dedicar um espaço para a explicação do real politicamente correto. Seria bacana fazer um histórico da idéia.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Gunter,
    Sem festa de open house?
    Entrei de penetra só pra cumprimentar. Adispois comento o assunto (como fumante, cada vez mais excluído, sniff...)

    ResponderExcluir
  5. @todos : vou testar deixar no modo sem moderação (sempre se pode excluir comentários depois) assim os comentários aparecem logo.
    @mario, você achou o link no facebook, não tem open house nem divulgação porque é teste. Já viu o problema da falta de encadeamento, acho que vou copiar tudo pro wordpress...

    ResponderExcluir
  6. Bom, Gunter, vc que sabe, mas acho que o arroba vale....
    Em todo caso, parabéns pela iniciativa. Vi no feicibuque sim, e corri pra xeretar....

    ResponderExcluir
  7. Acho que meu comentário não vai ser aceito por talvez acharem agressivo. Mas cheguei numa idade onde me dei o direito de ser talvez o chamado "politicamente incorreto". Chegou uma hora em que cansei de ter de ser uma pessoa simpática, boazinha que tenta sempre agradar a gregos e troianos. Agora digo o que acho que tem que ser dito,agrade ou não a patota. Só tenho amigos que tenho o prazer de conversar e compartilhar a vida.
    Detsto grupinhos que se acham o máximo e ficam cagando regras, como se fossem os donos da verdade.
    Fumo adoidada e adoro fumar. Respeito os ambientes fechados porque acho que os não fumantes não tem a obrigação de inalarem minha fumaça. Não concordo que seja proibido fumar num barzinho, na rua ,onde só tem um telhadinho.
    Essa proibiçao é frescura de governantes que não sabem fazer nada melhor na vida.
    Claro que sofro preconceitos, ainda mais por ser velha. Imagina uma velha fumando..kakaka
    Mas não tou nem aí. Quem paga meu cigarrinho sou eu, e quem vai ficar doente também sou eu.
    Gunter, tu sabes que sempre estou na luta contra qualquer tipo de preconceito.E isso não é de agora.Sempre fui assim. Preconceito é algo que só tem os pobres de espirito. Pessoas que não conseguem ver o outro como um seu igual,independente de cor, sexo, ou o principal:poder monetário.
    Machismo, homofobia,rascismo,etc... só existe na cabeça dos pobres coitados,infelizes, que não conseguem viver a breve vida que temos, com alegria,felicidade e amor ao outro.
    Me esqueci da pergunta: eu fumo em Florianópolis,já fumei em Pôrto Alegre e fumo em todos os lugares por onde passo.
    E viva meu amado cigarrinho.
    Beijão meu amigo (amigo que escolhi e fui aceita)

    ResponderExcluir
  8. Oi Marise, prazer em relê-la. E ser contundente, incisivo ou assertivo não é agressivo, muda completamente a intenção. Acho que agredir é fazer algo com má-intenção. Mas vou mudar o agressivo para ofensivo no aviso. Quero passar a ideia que ser PC é respeitar o próximo e buscar o que causas justas alcancem seus objetivos, não muito mais que isso.

    Precisamos encorpar este post sobre as dificuldades dos fumantes antes de linkar no facebook.

    Então, a minha visão é outra. Eu acho fumar politicamente correto, não-fumar também, claro. Mas tanto fumantes como não-fumantes podem ser corretos ou incorretos, o que vale é : está se respeitando o outro?

    Um exemplo de não-fumante incorreto : em um almoço uma pessoa fez questão que eu não fumasse alegando alergia (ainda existia área de fumantes e estávamos nela.) Ok. Aí vamos atravessar a rua, paramos junto a um caminhão jogando uma fumaça horripilante que me incomodou e ele nem piscou. Isso é correto? É claro que ele estava sendo falso antes!

    Eu faço o mesmo que você : eu não tento agradar aos outros em contrário à minha vontade. Além de adorar fumar eu sofro com a síndrome de abstinência e isso é uma boa desculpa para dar uma saída para fumar sem sentir-se culpado por deixar a pessoa dentro de um bar e restaurante. Acho legal o contrário, a pessoa se oferecer para me fazer companhia na calçada.

    Seu marido fuma, Marise? O Luiz Carlos não fuma, mas não me enche, apenas não deixa fumar no quarto de dormir. Conheci uma vez um casal que já estavam dormindo há 30 anos em quartos separados porque ele gostava de fumar antes de dormir.

    ResponderExcluir
  9. Não, Gunter, meu marido não fuma. Reclamou durante muitos anos.Agora ele acha que não devo parar,pois o mal que tinha que fazer já fez.
    E também que eu vou ficar tão paranóica que é pior para este coração.
    E, quando estou no micro fumando que ele vem vindo,já aviso:"Estou fumando". Ele só dá uns abaninhos para tirar a fumaça de perto dele.kakakaka
    Eu também nunca dei muita bola para as reclamações dele. Tem algumas coisas que ele faz que eu não gosto.Então estamos empatados.rsrsrs E se aguentou 55 anos, o que sobrar é fichinha.

    ResponderExcluir
  10. Gostei dessa das coisas que o outro faz que a gente não gosta... Vou preparar minha lista que não é pequena. Começa por dirigir como um doido-varrido!

    ResponderExcluir
  11. Postarei um copy de meu comentário no FB, de agora há pouco. Fui instado pela Marise a vir aqui dar um testemunho. Lá vai:

    Atualmente fumo cachimbo e cigarrilhas. Abandonei o cigarro há 4 anos. Fumava muito. Fui perseguido dentro de casa e fora dela por militantes ex-tabagistas. Torturado psicologicamente fui me tornando uma pessoa muito triste, até achar o cachimbo que ameniza a minha perda.

    ResponderExcluir
  12. Mario, ouvi dizer que quem fuma cachimbo, charuto ou cigarilha fuma menos vezes, com isso administra o momento e tem menos problemas com trabalho ou família. É verdade?

    Escrevi há algum tempo sobre a possível insinceridade da causa sanitarista. Preciso elaborar melhor:

    http://www.advivo.com.br/blog/gunter-zibell/o-discurso-sanitarista-em-sao-paulo

    A maioria aqui me conhece do blog do Nassif. Tem coisas que não viraram post, como esse texto acima, o link para todos (cerca de 50 sobre vários assuntos, mas 1/4 sobre homofobia, no caso notícias da mídia) aqui:

    http://www.advivo.com.br/blogs/gunter-zibell-sp

    Com o tempo copiarei alguns que ainda se mantem atuais para cá.

    ResponderExcluir
  13. Raquel, boas lembranças. Penso que há sérios efeitos na saúde por causa do fumo, por outro lado, a hiprocisia é demonstrada por outras tantas coisas fazerem mal também. O consumo de colesterol (carne vermelha) pode reduzir do mesmo modo a expectativa de vida. Sal e açúcar também não devem ser consumidos em excesso. Em parte o antitabagismo decorre por ser o cigarro o que isoladamente mais mal faz, mas pode ser também por ser o mais fácil de visar por lobbies, preciso ler o livro que me recomendou.
    Mas você esqueceu do lobby das seguradoras, elas não vão baixar o preço do seguro-saúde se o número de internações por males ligados ao tabaco diminuir. E o número de fumantes se reduziu pela metade em 20 anos. Cigarro pode ser o maior componente individual desse rolo, mas muito longe de ser o único ou solução. A saúde pública (incluindo o atendimento privado) não vai melhorar com o fim do cigarro, isso podemos intuir.

    ResponderExcluir
  14. Gunter,pensa bem; não comer carne, açúcar,sal,não fumar,etc... vale todo este sacrificio para viver alguns anos a mais? Eu prefiro viver menos, mas feliz, fazendo e comendo o que gosto. Já imaginastes uma gaucha não comer um churrasquinho?
    Sal não me faz falta,mas açúcar nem pensar em ficar sem. Amarguras bastam as da vida.kakakaka

    ResponderExcluir
  15. Marise, e a cervejinha? Eu passo bem com pouco sal e pouco açúcar (minha família tem tantos históricos de hipertensos e diabéticos, que mesmo eu não tendo problemas acostumei.)
    Li uma vez e nunca esqueci, precisava desenhar um gráfico. Nos EEUU pegaram (amostralmente)todos os homens que se alistaram em um mesmo ano, acho que década de 20. E rastrearam por entrevistas os hábitos e o tempo de vida. Bom, acontece que isso de viver 6 anos menos é para fumantes que comem carne (não via lhe acontecer nada, minha amiga, 20% das pessoas são imunes, por uma pesquisa britânica, e vivem igual a todo mundo). Se só comer carne sem fumar ou se só fumar sem comer carne, vive uns 2 anos menos que vegetarianos não fumantes.
    E há outras coisas paralelas, como a felicidade. Eu desconfio que os males do assédio moral e pressões no trabalho e tudo em torno leva a coisas muito prejudiciais.
    Este é um problema da questão tabagista: ao atribuir-se tudo a um fator, subestima-se o potencial deletério dos outros que vão aumentando. Acho que a sociedade não está sendo informada de tudo com clareza.

    ResponderExcluir
  16. Gunter tu tens razão.Existe um somatório de problemas que levam a morte e que não é bem explicado. A poluição nas cidades, os agrotóxicos nas verduras,o stress, a raiva, a inveja, emuitas coisas mais. Claro que somando a isso o cigarro, acúcar,sal,carnes vemelhas, alcool,cocaina,crak outras drogas,temos uma bomba prontinha para explodir. E temos que pensar também na genética.
    Mas só o cigarro é o vilão? É de pensar.

    ResponderExcluir
  17. Estou triste, tive coragem de fazer um enorme comentário, perdi, não sei quando terei coragem de novo... Sou exfumante, não tenho nada contra quem fuma, não tenho preconceito nenhum, ah Deus me perdi.. resumindo tenho uma camiseta com sua foto do portal, leio vc há muito tempo, tenho um blog http://colagemcomarte.blogspot.com/, vou colocar o seu no meu... muito prazer, um dia volto e conto minhas coisas de novo.. se o pc deixar....

    ResponderExcluir
  18. Vivaaaaaaaaaaaa, eu tinha salvado o q escrevi antes ;;;;
    Entrei aqui para dizer q leio vc desde o portal e oBlog Nassif online... Nunca tive coragem de escrever, tenho dificuldade, hj vim aqui p/dizer que tenho uma camizeta com sua foto, ganhei... adorei, porque gosto de vc...
    Li todos os comentários, não tenho preconceito NENHUM, ... Vou contar como aconteceu cmg quando fumava, a família toda contra, sempre usei um só cinzeiro, q antes de dormir lavava...sempre fui meia sistemática, fui agora com a idade sou "ranzinza e FELIZ", mãe de um casal de filhos maravilha, com 6 netos... Ah Deus escrevi e não contei o q quero;;; Lá vai ;;;o + chato p/quem fuma, é aquele zumbido das pessoas, q ficam falando q faz MAU...
    Fumei durante 45 anos... parei quando QUIZ, a falta de ar já estava grande... Já passaram 10 anos q parei... sem bala, sem adesivo, sem apulcultura, simplesmente PAREI... consequência: enfizema, asma, não saio de perto de quem fuma... nem digo para faz mal... como tudo, e depois de idosa descobri essa maravilha q é o PC...Agora uma coisa confesso q não gosto, pegar a CEIA DE CRISTO, e colocar, roqueiros, garotos, estragar o q além de bonito,representa a crendice de algumas religiõs, além disso, li os comentários, numa chacota enorme... Acho q não ter preconceito, é respeitar, a fé de outros... Não sou crente, mas e dai... É acho q falei de +, e ainda não parei, tenho um blog de colagem

    ResponderExcluir
  19. Marise, certamente o cigarro não é vilão sozinho, é um importante. Tudo pesa e eu desconfio que se não fosse a vida estressante mais pessoas chegariam a centenárias. Há alguns anos (eu gosto de ler pesquisas hehe) um pessoal da USP fez amostras com falecidos, do interior e da capital. O pulmão dos fumantes do interior estava melhor que o dos não-fumantes da capital. Mas isso era naquela época de poluição braba, como anos 1980.

    ResponderExcluir
  20. Como não pude adivinhar o nome deste blog??? Não me conformo! Gunter, entrei só para dar um oi que é tarde, amanhã volto para comentar, ok? Beijão e boa sorte na blogosfera.

    ResponderExcluir
  21. (quando escrevo 2 ou mais parágrafos, faço no Word e depois é que passo pra comentário. Quase todos os blogs falham de vez em quando.)
    Oi Solange, que blog legal. Parabéns. Como vc faz essas imagens? Fico lisonjeado com seu comentário, mas como assim camiseta com foto??
    Depois você pode dizer onde foi isso de comentários com a ceia de cristo?

    Voltando ao cigarro. Realmente, o zumbido é o que perturba. Mas também a idéia que se tem de que é só por prazer ou má vontade, como se pudéssemos passar horas sem precisar. Quando chega a dependência a falta do cigarro deixa nervoso. Aqui uma estratégia : ando sempre com chicletes de nicotina e um negócio que vem em saches feito de tabaco. Se colocar um debaixo da língua dá para agüentar um bom tempo.

    ResponderExcluir
  22. Meu genro q lê tudo q vc escreve me deu.. não sei se ele mandou fazer ou comprou... Colagens, são pedaços q vou achando e guardando.. Tem uma q fiz com o Lula e o Vinicius Morais, coloquei a poesia, é uma q gosto, consegui fazer sombra de um p/outro, o Nassif gostava muito as vezes levava do portal p/o advivo ... eu só sabia porque meu filho e genro me contavam, imagine como eu ficava orgulhosa, família não me prestigia, acho q + de 3.000 visitas, devo ao portal...
    No facebook, a moça q coloca, cheia de títulos, já conheço ela virtual muito tempo... Intelectual, cheia de títulos, de BH, segunda vez q ela faz essa postagem, antes com uma garotada, agora no lugar de Jesus colocou um roqueiro, pôooo e os comentários, pareciam crianças retardadas, ai num guentei COMENTEI tbm, rodei a baiana, sou brava!!! q mineiros bobos, ..
    Gunter, nem sei o q é Word ??? eu só uso bloco de notas... assim mesmo é quando copio algo aqui q gosto...
    Sou aqui de Niterói, meu bairro é de proteção ambiental, todas as ruas tem nome de flores, o povinho aqui é meio besta ... a praia é linda, grande, tem a parte de surfista, de footbol e a prainha p/crianças, parece uma piscina natural,o bairro parece um condominio, só uma entrada, acredite !! proibiram os ônibus de chegar até a praia, só chegam até a entrada... achei e acho isso uma covardia.. por perto tem vários bairros, aqui é a Região Oceânica...
    Releve, as confusões q faço, leio muito, e escrevo nada..

    ResponderExcluir
  23. Gunter eu quero deixar aqui algo bem explicado. Eu não sou uma pessoa alienada que não sabe os males do cigarro. Aliás,meu coração é a prova destes males. Sempre que posso digo para os jovens:não comecem,pois depois é dificil deixar.
    Agora, eu assumo que não quero deixar de fumar. E pronto. O problema é meu e estou assumindo as consequências.Gosto de fumar, o cigarro me dá prazer.E não dou a ninguém o direito de dizer o que devo fazer, desde que este meu ato não interfira na liberdade do outro que não gosta de fumar.E, assim espero e exijo respeito pelos meus atos.
    E fico pasma com as atitudes de certos governantes que querem proibir as pessoas de fumar, e no entanto deixam ficar a cracolândia que está dizimando jovens, bem no centro de SP e perto destes governantes.
    E os bispos e pastores que se acham no direito de exigirem da presidenta que seja contra a discriminalização do aborto e da união entre gays ficam quietinhos e fingem que não sabem sobre este cancro que é a cracolândia.
    Porque não vão aos pulpitos e nas Tvs,rádios,etc... reclamarem destes governantes que apoiaram nas eleições, e exigem a limpeza imediata e tratamento dos que frequentam esta cracolândia? E são milhares de jovens que estão ali, esperando a morte.
    A droga está em todos os estados, mas a cracolândia é uma aberração,pois está no centro de Sp e na frente dos governantes deste estado.Estes senhores governants,bispos,padres e pastores nos mostram a face falsa que eles tem. Isso não dá Ibope. Agora falar contra a presidenta, e arrotar besteiras dá.
    triste país que tem alguns destes governantes e estas religiões que só servem para agradar as elites.
    Dá uma tristeza e nojo desta gente.

    ResponderExcluir
  24. Oi Solange, parabéns! Puxa, se puder, curtiria ver foto dessa camiseta hehehe.
    Não vi isso acontecer no facebook, eu lamento. Eu teria que ser amigo dela para ver, acho. Teste usar a função compartilhar no facebook que seus amigos terão acesso.
    Para o que precisamos aqui Word tem a mesma função do bloco de notas, então o que vc faz já resolve. Word também pode ter outras funções, como preparar índices, colocar notas de rodapé, mas aí já é pra uso profissional.
    Seu bairro deve ser muito bonito mesmo. Isso de proibirem ônibus de turismo de chegar a praia é comum no litoral paulista, felizmente é obrigatório (não sei por que lei ou nível de governo, se federal ou estadual), que exista uma passagem para pedestres. Pelo menos isso.

    ResponderExcluir
  25. Marise, compartilho da mesma opinião.
    Por isso a pergunta de cidade. Aqui em SP parece que surgiu um show de hipocrisia. Dá sempre a impressão que usam algumas coisas para afastar a atenção de outras mais importantes.
    A discussão sobre a privatização parcial do Hospital das Clínicas, por exemplo, desapareceu rapidinho do ar.
    E a demagogia em relação a lei antifumo, que foi promulgada para ser trunfo eleitoral. Como depois de um ano não houve nenhum benefício palpável (*), bom, foi omitida da campanha.
    (*) É justo dizer que, para garçons houve sim benefício, mas aí porque não se faz como em N. York, onde há áreas de fumantes em restaurantes self-service e que garçons não podem entrar? Basta as pessoas levarem as bandejas pra lá. Outra informação : em N. York, famosa pelo rigor nas coisas, é permitido que fumantes abram micro-estabelecimentos, desde que apenas sócios atendam (isto é, novamente é proibido garçons contratados atenderem.)
    A legislação novaiorquina, portanto, abordou o que interessava : a saúde do fumante passivo (garçons, geralmente) sem atrapalhar a vida das outras pessoas responsáveis por si mesmas.
    Aqui em SP houve uma politiqueira e demagogia de dar dó (e nessas ocasiões as pessoas com boas intenções são vítimas fáceis de discursos prontos), mas um resumo disso está no texto que indiquei e, com maiores detalhes, em um outro que ficou no blog velho do Nassif. Se um dia recuperar aquele texto (acho que o rascunhei em Word antes de postar lá) compartilho com vocês.

    ResponderExcluir
  26. Embora não fume, apenas experimentei algumas vezes, nunca fui uma militante anti-tabagista. Quando não havia lei, e se a fumaça me incomodasse, simplesmente mudava de lugar. Mas que achava inconveniente o fumo em determinados lugares, isso sempre achei. Lembro que, quando criança, viajava de Cometa de São Roque até Sorocaba e era permitido fumar dentro do ônibus! Havia até cinzeiro nas poltronas, como havia cinzeiros nos carros também. Hoje quase não consigo acreditar que isso tenha sido possível. Eu sempre enjoava por causa do cheiro mas, como o fumo era socialmente aceitável, os não-fumantes não reclamavam. Isso foi há mais de trinta anos. Se se nesse tempo a coisa mudou tanto, como será encarado o tabagismo daqui a mais 30?

    ResponderExcluir
  27. Oi Cláudia, lembro disso dos cinzeiros nas poltronas de ônibus, existiam nas linhas de São Paulo para São Vicente. De fato, um grande exagero para o lado oposto da situação atual, em que são proibidos os fumódromos até em prédios privados.
    De acordo com a lei atual uma conhecida minha (advogada) é proibida de fumar em seu próprio escritório (uma sala comercial), mesmo que não receba visitas. Foi denunciada pela copeira e multada.
    Como será em 30 anos? Boa pergunta. Proponho reduzir para 20 anos, pois foi há 20 anos que veio a primeira grande restrição, a proibição ao cigarro nos aviões dos EEUU. Desconfio que a estatística nos ajudará a resolver mostrando uma curva descendente do hábito(vício) mas cada vez mais suave. Isto é, a maior redução já houve. Se eu conseguir dados para isso volto ao tema.

    ResponderExcluir
  28. Dúvidas inaugurais:
    - Alguém sabe porque só os avatares de alguns aparecem? Teria relação a ter conta google?
    - Que periodicidade pode ser interessante para novos posts?

    ResponderExcluir
  29. Gunter, não sei porque os avatares não aparecem. O meu não esá aparecendo. Quanto à periodicidade, acho que não há muita regra. Alguns assuntos rendem mais e precisam ficar mais tempo no ar, outros menos. Têm também sua vontade em colocar novos assuntos ou não.

    ResponderExcluir
  30. Deixa ver se aparece minha fotinha.

    ResponderExcluir
  31. Ah, consegui! Precisa logar no blogger para o avatar aparecer.

    ResponderExcluir
  32. aqui é a lei do mais forte, nem ônibus de turismo nem ônibus de carreira, as pessoas q trabalham aqui (jardineiros, doméstica etc) sofrem quando chegam ou saem... isso sim é absurdo....
    Falei a pouco com minha filha, ela disse q foi o marido Eduardo Freitas, quem mandou fazer as camisetas.... lindas... diz q a fotinha é da Dilma quando foi presa... isso não sei, sei q é linda... vou mandar pelo pelo fax p/vc ver...

    ResponderExcluir
  33. gunter, o caminho natural seria esse mesmo, o seu próprio blog. Vamos marcar/registrar isso em cartório, ou seja, na mesa de um buteco. Marquemos, pois.

    ResponderExcluir
  34. vou colar no facebook, foto da camiseta...

    ResponderExcluir
  35. Luiz Fernando, Solange, outros. Obrigado pelas ideias. Voltem a este link para continuar o assunto, mas, em função dos problemas no Egito, teremos um post político hoje...

    ResponderExcluir
  36. Aparece o avatar pq é conta Google. Se a pessoa põe uma foto. Óbvio.

    Vc pode ter uma conta no Blogger e não ter conta Google.

    Adorei essa história da camiseta! Mas ela pode ser rosa, né? Ia ficar bacana.

    ResponderExcluir

Você vai comentar? Que ótimo, fico feliz. Observo que este blog tem lado : o bom combate aos preconceitos. Por isso, comentários que pareçam preconceituosos ou em defesa, mesmo que velada, de um preconceito, serão removidos.